• suporte@engpro.com.br
  • (11)3042-4001
Como evitar a depreciação da frota com a ajuda do rastreador veicular

Rastreador veicular ajuda a evitar a depreciação da frota

O que é depreciação da frota?

Com o passar do tempo, os veículos se desgastam naturalmente. Assim que o carro sai da loja, ele já perde valor. Por exemplo, por mais organizada e cautelosa que seja sua equipe (incluindo motoristas autônomos), sua frota não terá a mesma qualidade com que foi adquirida. Dessa forma, é necessário estar atento a esta questão sem negligenciar a mesma.

 

Impactos da depreciação da frota nos custos da empresa

1. Manutenção

A depreciação veicular exige que o veículo passe por mais manutenções. Mesmo com frota ociosa, o veículo incorrerá em custos de manutenção.

 

Empresas com frota própria costumam substituir os carros uma vez por ano, para evitar custos de manutenção, pois dificilmente um carro apresentará defeitos graves no primeiro ano de uso. Mas, é claro, por outro lado, essa estratégia não é muito acessível financeiramente.

 

2. Alto consumo de combustível

A depreciação também pode levar a um consumo anormal de combustível. Os carros consomem mais combustível em situações como rodas desalinhadas ou desbalanceadas e a forma como o motorista conduz o veículo.

 

Para evitar esses problemas, uma boa sugestão é realizar treinamentos e reuniões sobre o assunto com os funcionários que costumam dirigir veículos da empresa.

 

Ter um bom planejamento de transporte e uma equipe bem estruturada, garante considerável economia de custos.

 

3. Modelos de veículos antigos

Carros mais modernos oferecem maior economia no consumo de combustível e no desgaste dos componentes.

 

Por isso, é essencial investir em carros novos a cada ano, apesar dessa estratégia representar um aumento significativo no endividamento organizacional.

 

Como é calculada a depreciação da frota?

1 - Escolha um período para análise, geralmente é usado o período de 5 anos. Lembre-se, após esse período de tempo, o carro será considerado um carro antigo.

 

2 – Divida o valor do carro pelo período escolhido. Nesse caso, seria dividido por 5.

 

3 – A seguir, divida o resultado por 12 para encontrar o valor da depreciação mensal. Por exemplo: assumindo que o custo de um carro novo é de R$100.000: em 5 anos, sua depreciação anual é de R$20.000 (R$100.000/5), e a depreciação mensal é de R$1.666 (R$20.000/12).

 

Fatores que afetam a depreciação do veículo

1 - Não realizar as revisões da montadora

Os caminhões novos saem da concessionária de acordo com o cronograma de revisões recomendado pela montadora e deve ser rigorosamente seguido durante os primeiros meses ou anos de utilização.

 

As revisões visam manter o desempenho do veículo por períodos mais longos nas condições de fábrica, ajudando assim a reduzir o impacto da depreciação do caminhão.

 

Porém, dependendo da demanda e do número de operações, as empresas nem sempre conseguem seguir essas recomendações e, eventualmente, abandonarão as revisões propostas.

 

2 - Uso de peças paralelas

Uma prática comum no mercado é a utilização de peças paralelas às originais para manutenção, principalmente devido aos preços e disponibilidade mais favoráveis. O uso de peças paralelas pode significar riscos futuros e aumentar a demanda por novos serviços de maquinário, o que obviamente não vale a pena a economia.

 

3 – Falta de planejamento de demanda

Ignição ligada por muito tempo com o veículo parado, pode influenciar no processo de depreciação, além de aumentar os custos e despesas com combustível.

 

Veículos vazios ou uso excessivo da capacidade do veículo também podem acelerar a depreciação do caminhão e aumentar a demanda por reabastecimento, troca de pneus e revisão da suspensão.

 

Dessa forma, uma má gestão da demanda de entregas também afetará a depreciação do caminhão. Dessa forma, é extremamente importante que um planejamento e controle estratégico e inteligente sejam realizados.

 

4 - Falta de manutenção preventiva

A manutenção preventiva é extremamente importante, mas nem sempre é lembrada. Por este motivo, é recomendável criar cronogramas para revisões frequentes, mesmo antes de diagnosticar um problema ou mau funcionamento do veículo.

 

5 – Direção inadequada dos motoristas

A falta de treinamento pode levar à negligência do motorista e a maus hábitos de direção, podendo afetar diretamente a depreciação dos caminhões e trazer um impacto direto na eficiência operacional.

 

Os profissionais devem receber treinamento adequado, somado a regulamentos, normas, avaliações e até penalidades caso as recomendações não sejam cumpridas.

 

Dicas para evitar a depreciação

Algumas práticas podem ser realizadas para minimizar o impacto da depreciação da frota. Mas, além disso, atualmente temos um bom aliado na gestão de frotas: a tecnologia.

 

Isso significa que ter um sistema de rastreamento e de gerenciamento de frota, é o primeiro passo, tanto para reduzir a depreciação dos caminhões, como também para controlar os custos operacionais e melhorar o desempenho do transporte.

 

Portanto, enfatizamos as seguintes dicas:

 

1. Investir em um sistema de rastreamento e de gerenciamento de frota;

2. Melhorar o uso de suas operações;

3. Seguir as recomendações da montadora;

4. Investir em treinamento profissional para motoristas;

5. Analisar dados e informações operacionais,

6. Monitorar despesas e investimentos.

 

Rastreador Veicular EngPro

 

O rastreador veicular EngPro está no mercado nacional há 10 anos, estando presente em todas as cidades do Brasil, com uma extensa rede de instalação e suporte técnico.

 

Nosso alcance em todo o país cresce rapidamente. Isso porque oferecemos grandes vantagens e preço acessível. Conquistamos diversos proprietários de automóveis e empresas com suas frotas, e agora eles podem se locomover com muito mais segurança e gestão operacional eficaz.

 

O equipamento EngPro possui:

 

Rastreamento em tempo real;

• Suporte contínuo e abrangente ao cliente;

• Garantia do produto;

• Soluções GPS personalizadas,

• Atualizações de software contínuas,

• Telemetria.

Botão de pânico

• Central de monitoramento 24 horas

• Instalação e manutenção a nível nacional

Faça contato agora mesmo e solicite uma cotação do rastreador veicular EngPro, e comece a ter essas vantagens. Não perca tempo e entre em contato conosco!

Veja mais sobre rastreamento veicular em outras notícias

Dicas para um planejamento de rotas com rastreador veicular

Rastreador veicular, telemetria e Rastreamento veicular: entenda a diferença e qual contratar

Rastreador veicular, qual o melhor? Vamos ajudar você a escolher.

3 principais tipos de tecnologia de rastreamento veicular

Rastreamento veicular para motos, vale a pena investir nessa proteção?

Empresa de rastreador veicular em Mairiporã - SP

Rastreamento veicular fica caro? Vamos avaliar essa questão

Compartilhar a Notícia

Comentário

Clique no Botão para Entrar em Contato Conosco!